Buscar

RGB participa de inauguração de praça no Hospital de Apoio de Brasília


Foto: Praça Alex Ribeiro


A Rede Governança Brasil (RGB) participou na tarde desta quarta-feira (30.03) da inauguração da Praça Alex Ribeiro, no Hospital de Apoio de Brasília (HAB). O evento contou com a participação de autoridades, familiares de voluntários , membros do Comitê de Ações Sociais da RGB e vice-presidente do Conselho de Administração da entidade, Cristiane Nardes.


A obra foi viabilizada após parcerias da RGB, a Casa Amarela e Conselho da Mulher Empresária da Associação Comercial do Distrito Federal (CMEDF), entre outras entidades.


Em novembro do ano passado, aconteceu o “Leilão do Bem” com um grande acervo que arrecadou fundos para o hospital. O local atende pacientes em estado terminal, recebendo pessoas de vários estados do Brasil que procuram tratamento, além de ser referência em humanismo no país.


A coordenadora do Comitê de Ações Sociais da RGB, Valquíria Rocha, comentou sobre a importância da obra para o acolhimento das famílias que visitam os internos. “Nós fomos instrumentos para realizar sonho idealizado por um voluntário que há 4 anos faleceu pela causa e pensando no bem-estar daquelas pessoas que sofriam ali expostas ao calor e à chuva. Exposições que aumentavam ainda mais a angústia, a dor daqueles que estavam ali se despedindo dos seus entes queridos. É gratificante saber que fomos essa ponte”, disse emocionada.


Cristiane Nardes parabenizou o Comitê de Ações Sociais pela iniciativa dedicada em prol ao Hospital de Apoio. “Saber que os recursos arrecadados no leilão, que foi organizado em parceria com Conselho da Mulher Empresária, a Casa Amarela e Rede teve um destino tão bonito e que vai trazer paz, qualidade de vida para as pessoas que estão alocadas no hospital de apoio, é simplesmente fantástico. Pensar que Rede Governança Brasil não trabalha simplesmente com trabalho voluntário na governança pública, mas que tem esse olhar tão cuidadoso para ações sociais, focado nas pessoas em situações de vulnerabilidade”, comentou a vice-presidente do Conselho de Administração.


Sonho de Alex Ribeiro


O diretor do HUB, Whashingthom de Sousa, lembrou que a ideia de construir um espaço para receber os visitantes que acompanham os pacientes na fase terminal partiu do voluntário Alex Ribeiro, em 2019. “Muitos deles ficam no meio fio sentados sem falta de estrutura”, relatou.

Porém, logo após apresentar o projeto, Ribeiro teve diagnóstico de câncer e não resistiu à doença. Foi quando Valdete, amiga de Alex, começou a correr atrás dos recursos e conseguiu os parceiros para execução do projeto. “Para mim, isso é motivo de muito orgulho… ter conseguido entregar esse sonho para população e os pacientes do hospital”, contou.




Assessoria de imprensa da RGB