Buscar

RGB destaca desafios e benefícios da governança em evento do Conaci


Foto: Embaixador da RGB Augusto Nardes no XVII Encontro Nacional de Controle Interno


Estruturação de Centro de Governo, melhor articulação de entes federativos, união entre educação e tecnologia, indicadores para avaliação e acompanhamento do governante, gestão riscos e controles internos. Eis as cinco medidas relevantes para governança defendidas pelo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) e embaixador da Rede Governança Brasil (RGB), Augusto Nardes, no XVII Encontro Nacional de Controle Interno, em Curitiba (PR), que reúne representantes dos órgãos centrais de controle interno de estados e municípios brasileiros.


O encontro, que iniciou nesta quinta (30.09) e termina nesta sexta-feira (01.10), é uma inciativa do Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), em parceria com Controladoria Geral do Estado do Paraná (CGE-PR), e tem como objetivo debater assuntos atuais de interesse da administração pública e das controladorias do Brasil. Com transmissão ao vivo, somando mais de 2.900 visualizações, a programação está disponível no canal do Conaci no YouTube para quem não conseguiu acompanhar o primeiro dia de palestras.


A entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) foi também uma das pautas discutidas pelo embaixador da RGB durante sua palestra, intitulada “O desafio da implementação da Política de Governança para a melhoria do índice de competitividade do Brasil”.


“Integrar a OCDE vai melhorar ambiente interno de negócios do Brasil. Isso vai dar confiança, credibilidade... vamos avançar na questão da estruturação do Estado para poder fazer acordos comerciais”, pontuou.


Apresentando diversos dados sobre governança, Nardes falou da atuação do TCU, da RGB e do Conaci para melhorar o nível de governança do país. “Esse décimo sétimo encontro é muito importante, porque agora estamos amadurecendo para ver e comparar como a gente pode trabalhar e deixar um legado no país, tentando organizar a nação na busca de eficiência”, disse.


Durante o evento, o presidente do Conaci, Leonardo Ferraz, falou sobre os desafios dos órgãos de controle, principalmente em razão do significativo aumento de atribuições nas unidades centrais de controle interno. “O que vemos hoje é uma ampliação do rol de atribuições dos órgãos de controle para outras funções... de correção, ouvidoria, e principalmente, talvez seja o mote desse nosso encontro, questões envolvendo integridade, prevenção, combate à corrupção e melhoria da gestão pública”, explicou ao enfatizar a importância do tema governança e da presença do principal embaixador do assunto no país.


A programação do primeiro dia contou também com a professora de filosofia Lúcia Helena Galvão, que tratou sobre ética, e o advogado Rodrigo Pironti, abordando o impacto da Lei Geral de Proteção de Dados no setor público.



PROGRAMAÇÃO DE SEXTA-FEIRA


01 de Outubro


8h50 – Abertura

9h Palestra “The Compliance Profession in 2025 and Beyond (A Profissão de Compliance em 2025 e além) – com tradução simultânea - Tom Fox

10h15 Lançamento do livro do CONACI

10h30 Apresentação: Programa de Integridade e Compliance do Estado do Paraná. Do Planejamento, hoje uma Realidade - Raul Siqueira

12h Encerramento oficial

Mais informações no portal do Conaci.



Da Assessoria de Imprensa RGB

(61) 9811-6788 e 98279-6538

imprensa@rgb.org