top of page
Buscar

ESG - Práticas e Desafios no Setor Público



“A questão do gargalo da infraestrutura é enorme, nós tínhamos que estar investindo cerca de 360 bilhões de reais por ano, mas não investimos, não temos essa capacidade. É importante que o país acelere, porque a competitividade cai muito quando você não tem um custo adequado para poder competir com as demais nações”. Assim o Ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União iniciou sua palestra durante o evento “ESG – Práticas e desafios no setor público” promovido pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), na última quarta-feira, 28.


De acordo com o ministro, “a consequência disso é que o cidadão tem que enfrentar engarrafamentos em todos os pontos, em todas as capitais do país, um sofrimento. Por isso, agora estamos pensando além da questão do ESG, temos que também trabalhar em projetos que são estruturantes para o Brasil e para a América Latina”.


Augusto Nardes destacou que “propôs, juntamente com o presidente do TCU, Bruno Dantas, fazer uma grande auditoria na América Latina. Para onde vai a América Latina em termos de infraestrutura. Priorizamos outros setores e não demos atenção adequada a parte da infraestrutura que também gera empregos, é fácil gerar empregos nesta área. É um tema que agora temos que adaptar”.


Durante a palestra, o ministro convidou os presentes para participarem, no próximo dia 7 de março, no TCU, do lançamento do iESGo, que terá objetivo de avaliar o nível de adesão das organizações públicas federais em relação às práticas ESG. Segundo o ministro, “o último levantamento que fizemos observamos que temos implantada a governança em 380 instituições e, agora, com o iESGo poderá haver um avanço, queremos atingir 400 instituições do governo”.


Participaram do evento, além do Ministro Augusto Nardes, do TCU, o diretor-presidente da ANAC, Tiago Pereira, o diretor da Agência Nacional de Aviação Civil, ANAC, Rogério Benevides, a Secretária-executiva do Ministério de Portos e Aeroportos, o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, Eduardo Nery e técnicos das Agências.


Andrade Junior - Comunicação RGB

Comments


bottom of page