Buscar

Embaixador da RGB aponta caminhos para saúde e inovação


Foto: Ministro Augusto Nardes no seminário


O embaixador da Rede de Governança Brasil (RGB) e ministro do Tribunal de Contas União (TCU), Augusto Nardes, participou na segunda-feira (06.12) do seminário “Inovação Além do Tratamento”, promovido pelo Correio Braziliense, em parceria com a Roche. O encontro com foi transmitido pelas plataformas digitais do veículo de comunicação.


O seminário contou com três painéis que discutiram políticas públicas para acelerar a inovação em saúde, exemplos de sucesso no uso da inteligência artificial e inovação na indústria farmacêutica.


O ministro do TCU abriu o evento e analisou a temática da inovação, saúde e tecnologia. “Esse tema é crucial para que a gente possa viabilizar políticas preventivas e evitar o que aconteceu recentemente com a questão da pandemia. O mundo tem que se preparar para isso, não somente o Brasil. Nós, especialmente, temos algumas dificuldades e ficou evidente na pandemia em vários estados... houve fracassos e teve desequilíbrio em seu combate”, afirmou.


Ele ressaltou ainda que os estados devem trabalhar de forma organizada e preventiva para evitar mortes e erros na administração pública. “Compliance e integridade são braços da governança para diminuir desvios e fraudes. Houve muito isso na discussão da saúde nos estados e municípios decorrentes dessa falta de uma boa governança”, disse Nardes.


Durante a exposição, o embaixador da RGB mostrou o trabalho realizado pelo TCU para auxiliar na área da saúde, orientado pelo Acórdão 2.141/2021. Segundo Nardes, foi feito um treinamento com gestores na implantação da plataforma do Conecte SUS. “ Nós temos um quadro de auditores especializados em várias áreas e esse acórdão do TCU estabeleceu uma série de orientações”, relatou.


Outro indicador destacado pelo ministro no seminário promovido pelo Correio Braziliense, foi da Governança de TI, que tem como objetivo guiar as ações organizacionais de modo a controlar processos, otimizar a aplicação de recursos e dar suporte para a tomada de decisões.


“A governança de TI não está boa no Ministério da Saúde como um todo, isso nós [TCU] alertamos lá atrás. Quando inovação não está implantada no conjunto da administração, você vai ter equívocos e erros, porque não tem o acompanhamento de toda a estrutura”, apontou.


Além do debate em torno da saúde, tecnologia e inovação, Nardes finalizou a exposição falando da criação da RGB, cartilha direcionada aos prefeitos e o Plano Estratégico de Governança para o próximo governo.



Assessoria de imprensa da RGB