Buscar

Embaixador da participa do lançamento do Programa de Integridade de João Pessoa


Foto: Ministro Augusto Nardes


Na manhã de segunda-feira (14.03), o embaixador da Rede Governança Brasil (RGB) e ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, promoveu a palestra “Governança Pública: o desafio do Brasil”, no Centro Cultural Ariano Suassuna, durante a assinatura de uma carta de compromisso para o Plano de Integridade, Compliance e Governabilidade de João Pessoa (Projeto Farol). O ato concretiza mais uma ação dentro do plano de trabalho pelo acordo de cooperação técnica assinado junto à RGB.

O evento foi transmitido, ao vivo, pelo canal do YouTube da Prefeitura de João Pessoa.

Autoridades da Paraíba e membros da RGB participaram do encontro que teve como objetivo apresentar o Projeto Farol, que garante o avanço do município em áreas como transparência, avaliação de riscos e na tomada de decisões baseadas no conhecimento técnico.


O membro da RGB Kleber Marques disse que a participação da Rede na construção da mentoria de uma secretaria exclusiva dedicada à integridade, governança e prevenção à corrupção irá fazer diferença na mudança que município de João Pessoa começa a construir com implantação do programa do Comitê Anticorrupção e Compliance. “A partir de agora a nossa responsabilidade só aumenta”, ressaltou.


Já o ministro do TCU, durante a palestra “Governança Pública: o desafio do Brasil”, destacou o processo de governança no país e elogiou a iniciativa do prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, na implantação do programa de integridade. “A liderança é muito importante. O que o senhor está fazendo aqui, prefeito, promover a integridade, vai ser uma modelo para o nordeste e o Brasil”, afirmou.


Por meio dos gráficos, o embaixador do RGB destacou ainda a importância das auditorias operacionais nos controles internos para combater à corrupção. “Tem que ter um bom controle interno para ser um assessor permanente para quem toma decisão na prefeitura. Caso não, o prefeito toma uma decisão numa direção e controle interno em outra”, observou.


Além da trajetória da governança, índices e desafios dos estados, Nardes fez algumas provocações também na área do desenvolvimento sustentável para gestões futuras.



Assessoria de imprensa da RGB