Buscar

Com apoio da RGB, MBC e Frente parlamentar pelo o Brasil Competitivo lançam compromissos para Brasil


Foto: Documento


O Movimento Brasil Competitivo (MBC) e a Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo lançam, nesta terça-feira (12.07), na Câmara dos Deputados, em Brasília, uma agenda de propostas para as eleições. Assinado por mais de 40 entidades do setor empresarial e da sociedade civil organizada, os “12 Compromissos para um Brasil Competitivo” apresentam diagnósticos, metas e propostas para o País reduzir o Custo Brasil e retomar a trajetória de crescimento, com emprego, renda e competitividade.


O documento construído a partir da visão do setor produtivo e da sociedade civil inclui o acesso a crédito, a simplificação tributária e regulatória, a modernização da legislação trabalhista para criação de empregos formais e a integração com a economia global. Os compromissos também abrangem a diversificação da matriz logística nacional e a reorganização da matriz energética para diminuir o custo da energia e o risco de desabastecimento, além de abordar o acesso à educação profissional e tecnológica, a ampliação e atualização da infraestrutura digital, a ampliação da eficiência do serviço público brasileiro a partir da transformação digital e a melhoria do ambiente para a pesquisa, desenvolvimento e inovação. Outro ponto prioritário é o avanço das políticas públicas de promoção da sustentabilidade e a melhoria das regulações ambientais.


A agenda de propostas será levada aos candidatos a executivo e legislativo dos mais diversos partidos e estados, para que sirva de subsídio para que os políticos adotem algumas dessas propostas como pauta de discussão com a sociedade, ao longo das eleições deste ano.


O empresário Jorge Gerdau, presidente do Conselho Superior do MBC, destacou o potencial que as propostas têm de contribuir efetivamente para a redução do Custo Brasil, estimado em R$ 1,5 trilhão – mais de 20% do PIB Nacional. “Estes 12 compromissos representam a união do setor produtivo e da sociedade civil em torno de uma agenda comum e prioritária para o Brasil. A busca pelo aumento da competitividade não é de um setor ou de outro, deste ou daquele governo; é o caminho para a qualidade de vida de todos os cidadãos. Com a articulação desses diversos atores em torno de uma pauta clara e conjunta, nós do MBC acreditamos que o País tem a chance de superar desafios econômicos e sociais”, defendeu Gerdau.


O deputado federal Alexis Fonteyne, presidente da Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo, destacou a importância de o debate sobre a redução do Custo Brasil e do aumento da competitividade estarem na agenda nacional, nas discussões durante e depois das eleições, nos poderes Executivo e Legislativo, na sociedade e no setor produtivo. “Muito se avançou nesse um ano da nossa Frente Parlamentar. Apresentamos uma agenda legislativa com diversas propostas em várias áreas e quase 50% dos projetos foram aprovados, enquanto outros tantos seguem tramitando. Agora queremos levar boas ideias aos candidatos, nestas eleições, para que eles levem as discussões para os seus eleitores. Um trabalho cuidadoso, meticuloso, com diagnósticos, metas e propostas em diversas áreas econômicas e sociais”, destacou o parlamentar.


MBC – O Movimento Brasil Competitivo é uma organização da sociedade civil, apartidária, que aproxima os setores público e privado, investe na cultura de governança, promove a gestão de excelência com o objetivo de ampliar a competitividade nacional, o aumento da capacidade de investimento do Estado e a melhoria dos serviços públicos essenciais oferecidos aos brasileiros.


FRENTE – A Frente Parlamentar Mista Pelo Brasil Competitivo é um ambiente para que agentes políticos, governos, iniciativa privada e sociedade civil possam discutir e avançar em soluções para a melhoria da competitividade brasileira. Um dos maiores entraves do País é o chamado Custo Brasil, de R$ 1,5 trilhão ao ano, o que representa 22% do PIB nacional a mais, comparado aos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).


> Confira a versão resumida dos 12 Compromissos para um Brasil Competitivo

>> Veja a versão completa da agenda de propostas



Fonte: Ascom MBC